Missão Redentorista na Paróquia Santo Antônio, Salvador -BA

Na tarde do dia 17 de abril, às 17h, no bairro Fazenda Coutos III, na cidade de Salvador-BA, onde tem sede a Paróquia Santo Antônio, nesta Arquidiocese, o Arcebispo metropolitano de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sérgio da Rocha, presidiu a Celebração Eucaristia na qual empossou como pároco o Pe. Lécio Alexandre Silva CSsR e apresentou o Fr. José Augusto dos Santos CSsR, ambos formarão a comunidade redentorista nessa nova missão.
Estiveram presentes nesta celebração o bispo auxiliar da Arquidiocese, Dom Valter Magno de Carvalho, o Vice-Provincial da Bahia, Pe. Roque Silva Alves CSsR, Pe. Cristóvão Przychocki CSsR (conselheiro ordinário e pároco da Paróquia da Ressureição do Senhor), Pe. Adilson Ferreira de Oliveira CSsR (conselheiro ordinário e promotor vocacional), Pe. Stanislaw Wilczek CSsR, representante da comunidade do Santuário do Bom Jesus da Lapa-BA, Pe. Casimiro Malolepszy CSsR, vigário da Paróquia da Ressureição do Senhor (Ondina, Salvador-BA), os diáconos permanentes da Paróquia Santo Antônio, Marcelo Batista dos Santos e Salvador Batista Rosado, o Fr. Eloy de Jesus Santiago CSsR, em estágio pastoral, além das irmãs religiosas, representantes das comunidades da paróquia e um restrito número de paroquianos inscritos, devido a pandemia e as restrições de 30% da capacidade do espaço celebrativo.
Em sua homilia o bispo falou da alegria em contar com os Missionários Redentoristas em mais uma paróquia da Arquidiocese, agradeceu a Vice-Província pela iniciativa de assumir essa nova missão, apresentou os dois membros que comporão a Comunidade Redentorista na Paróquia e destacou o papel do pároco como animador e promotor da ação evangelizadora na paróquia, considerando a colaboração de todas as pastorais, movimentos, comunidades, lideranças e organismos que fazem existir a Paróquia de Santo Antônio.
Por sua vez o Pe. Lécio Alexandre Silva CSsR, já como pároco, falou de sua disponibilidade e gratidão em assumir essa nova missão e pediu a colaboração dos paroquianos para caminharem juntos. Falou de seu sentimento de luto pela perda recente e repentina de sua mãe, mas destacou que encontrará muitas mães, pais, irmãos e irmãs na paróquia que o mesmo vai animar como indicam as diretrizes da Arquidiocese e as prioridades da Vice-Província da Bahia.
Em nome da paróquia, o diácono Marcelo Batista dos Santos dirigiu umas palavras de agradecimento ao Arcebispo, que por ocasião da posse, também faz a primeira visita à Paróquia, por decorrência das restrições da pandemia; acolheu o novo pároco e a Comunidade redentorista, afirmando que a Paróquia Santo Antônio, com 36 anos de ereção canônica, está disponível para o serviço pastoral e evangelizador.
Já o Pe. Roque Silva Alves CSsR, Vice-provincial da Bahia, agradeceu ao cardeal arcebispo pela aceitação do pedido e a confiança no trabalho. Destacou a ligação histórica indireta entre os paroquianos, devido ao trabalho pastoral realizado nas “Malvinas”, hoje bairro da Paz, e afirmou que o trabalho pastoral está sendo assumido por uma Comunidade Redentorista (e que apresentará o terceiro membro em breve). Durante a sua fala, foi realizada a entronização do Ícone do Perpétuo Socorro, a fim de fazer o primeiro registo da ação redentorista no local.
Após a Celebração, houve um jantar preparado pela comunidade paroquial, a qual se apresentou muito dinâmica e receptiva em todo esse processo inicial desde a despedida do pároco anterior e a surpresa da novidade paroquial com a chegada da comunidade redentorista.
Portanto, considerando o tempo e a situação extraordinária em que vivemos, a perspectiva missionária deve se moldar às urgências do tempo e seus critérios de adaptação e inserção na vida eclesial impactada com as exigências imediatas e suas consequências para o futuro eclesiológico.
Instigados por essas inquietações, as quais podem ser temporárias e fundamentados nos Estatutos da Vice-Província que dizem: “As missões podem ter várias formas: como missões itinerantes e também como uma inserção da Comunidade Missionária, por algum período, no meio do povo” (Est 0004), foi que o Conselho da Vice-Província se dirigiu ao Arcebispo de Salvador, com o pedido de assumir uma nova área pastoral na cidade que contemplasse o trabalho missionário das Santas Missões, interrompido pela pandemia, salvaguardando a mobilidade da Equipe Missionária. Com isso, nos foi dada a proposta de assumir a Paróquia de Santo Antônio no bairro Fazenda Coutos III, em Salvador.
Os primeiros confrades consultados foram unânimes em dizer não à essa proposta e cada um pode apresentar suas justificativas para não serem indicados para tal realidade. Ao mesmo tempo, apontaram a possibilidade de irem para um lugar no interior da Bahia. A partir dessa indisponibilidade inicial, o Conselho optou por outra alternativa de reanimação dos confrades que pudessem assumir de alma desarmada e disponibilidade missionária o trabalho apresentado, considerando que a formação inicial, permanente e o processo de reconfiguração anseiam pela abertura de novas e dinâmicas iniciativas missionárias.
Tendo assumido a nova frente missionária na Paróquia de Santo Antônio, a pastoral missionária local, além dos princípios norteadores das Diretrizes Gerais da CNBB, do Plano de Pastoral Arquidiocesano e das Prioridades pastorais da Vice-Província, a presença redentorista nessa nova realidade deve considerar alguns elementos próprios e constitutivos: 1) A presença do carisma da Congregação numa região mais desafiadora; 2) O atendimento ordinário paroquial; 3) A formação e capacitação missionária; 4) O processo de reconfiguração e estágio pastoral para os confrades novos; 5) A promoção vocacional e a colaboração com os Leigos e outras lideranças; 6) O acompanhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade; 7) A difusão da Novena Perpétua de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.
Com certeza os Santos, Beatos e Mártires Redentoristas estão de acordo com o que disse Santo Antônio quando afirmou: “Quem não pode fazer grande coisa, faça ao menos o que estiver na medida de suas forças; certamente não ficará sem recompensa”.
Salvador, 20 de abril de 2021
Pe. Roque Silva Alves CSsR
Superior Vice-provincial
Fotos: Pe. Stanislaw e Luzi (Pascom paroquial).
 
Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé e área interna
 
Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna
 
Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna