CAMPANHA DA FRATERNIDADE

Todos os anos, durante a Quaresma, a Igreja reforça a reflexão e prática da Campanha da Fraternidade. Mas você sabe como ela surgiu? Quem criou? Ou, talvez, qual o motivo do surgimento? Vejam essas explicações e mais outras questões a respeito dessa iniciativa que traz uma mensagem muito importante e necessária para viver ainda mais firmemente a caminhada cristã.
1. Em 1961, três padres, responsáveis pela Cáritas no Brasil, idealizaram uma campanha com o objetivo de levantar fundos para assistir aos pobres. Deram a esta ideia o nome de Campanha da Fraternidade, que foi realizada pela primeira vez na Quaresma de 1962, na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.
2. A ideia funcionou tão bem que, no ano seguinte, dezesseis dioceses do Nordeste realizaram a Campanha da Fraternidade. E em 1964, foi lançada a Campanha da Fraternidade a nível nacional pela CNBB com o tema: “Igreja em Renovação”.
3. A Campanha da Fraternidade nasce no contexto do Concílio Vaticano II, que iniciou um tempo de renovação na pastoral da Igreja. Por isso a Campanha da Fraternidade, que acontece sempre no período quaresmal, é um grande convite a nos convertermos para a prática da justiça social, da solidariedade, da partilha e do amor ao próximo.
4. Para cada ano, a Igreja no Brasil escolhe um tema para ser refletido na Campanha da Fraternidade e transformado em ação concreta de solidariedade. Gestos que podem transformar realidades de dor e sofrimento em possibilidade de esperança. Por isso, a Campanha da Fraternidade é o diálogo da Igreja com a sociedade, pois todos os cristãos devem ser sal da terra e luz do mundo.
5. Na verdade, a Fraternidade deveria ser algo comum entre aqueles que acolheram o Evangelho e seguem a Cristo. Por isso, se há a necessidade de fazer uma Campanha para que a Fraternidade seja vivida, é por que necessitamos de uma profunda conversão, mudança do coração. Por isso, a CF acontece durante o período quaresmal, quando nos preparamos para viver a vida nova em Cristo Ressuscitado que faz novas todas as coisas, principalmente a força do amor em nossos corações.